Buscar
Generic filters
Olá, faça seu Login ou Cadastre-se.
Dólar: R$ 5,27

Aprenda como vender patchwork em qualquer lugar do mundo [4 dicas infalíveis]

08 de fevereiro de 2021 Dicas

Quem diria que juntar retalhos poderia ser uma fonte de renda extra para você, né? Só que sabemos que fazer patchwork é muito mais do que juntar retalhos. E tornar o produto lucrativo é mais difícil ainda. Exceto se você souber como vender patchwork.  

Ah, apesar de a gente ter citado aqui a venda do patchwork em qualquer lugar do mundo, considere que não estamos falando sobre anunciar o seu produto na internet. Ao menos, não nesse texto. A ideia é que você use técnicas que resultem em vendas independente do público.

1 – Use tecido de qualidade

Ainda que existam vários tipos de tecidos que podem ser usados em um trabalho de patchwork, considere que ninguém quer ganhar um presente como esse ou comprar um produto que não tenha um tecido de qualidade, ok?

Portanto, mesmo que isso possa parecer um investimento alto no começo, saiba que vai gerar resultados significativos depois, nas vendas. Ainda mais se você tiver o objetivo de participar de feiras e eventos, onde as pessoas tocam o produto e avaliam a qualidade antes da compra.

2 – Tenha acabamentos bem-feitos

Outro erro muito comum na vida de algumas costureiras que começam a produzir patchwork para vender é esquecer de dar a devida atenção aos pequenos detalhes, como é o caso do acabamento da peça. Isso é importantíssimo demais em um produto feito à mão, viu.

Agora, se você vier dizer que não gosta dessa coisa de ter que desmanchar a costura para fazer de novo até que o produto final fique ótimo, então, é melhor pensar duas vezes antes de começar a anunciar o seu patchwork no mercado.

E para esse acabamento bem-feito, pensar em usar acessórios de boa qualidade também faz diferença, viu. Já que um acessório ruim pode até estragar todo seu trabalho.

3 – Crie produtos diferentes

A ideia de pensar em produtos diferentes não é algo que está relacionado a comparar com outras artesãs. Na verdade, estamos falando sobre saber usar técnicas diferentes para criar as peças. Por mais que você tenha habilidade em fazer um único produto, tente se reinventar.

Por mais incrível que isso pareça, considere que é nesse momento de total criatividade que você poderá se destacar no mercado. Inclusive, o consumidor final não vai querer saber como você fez aqui. Porém, ele vai ficar muito impressionado com o resultado que você teve.

4 – Pense em kits de patchwork

Esse ponto, não porque é o último, pode ser um dos mais interessantes para você que quer aprender como vender patchwork. Isso porque algumas pesquisas internacionais mostram que, com base na psicologia do consumo, as pessoas gostam de kits de produtos que combinam.

Ou seja, ainda que os produtos individuais sejam incríveis, você também deveria pensar em um kit que tenha uma bolsa, uma carteira e uma nécessaire, por exemplo. Isso agrega um valor incrível ao seu combo e pode fazer brilhar os olhos das suas clientes.

E quando tiver aprendido como vender patchwork…

Comece a pensar em produzir em larga escala. Para isso, há ferramentas disponíveis no mercado que podem ser precisas na hora de você continuar criando com qualidade, mas em uma quantidade bem maior.

Inclusive, a máquina de costura é o melhor exemplo disso: no geral, ela não é obrigatória para fazer patchwork. Porém, pode ajudar muito na produção. Até mesmo porque se você leu com atenção o texto viu que falamos sobre detalhes que fazem a diferença. 

Por exemplo, os acabamentos bem-feitos que citamos lá no tópico 2. E isso envolve o uso de maquinário que não apenas considera os detalhes como também permite uma produção mais rápida e em larga escala.

Compartilhe este artigo:

Receba Ofertas e Novidades de nossa loja

Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para responder às suas perguntas. Pergunte-nos qualquer coisa!
WeCreativez WhatsApp Support
Mamoré
Mamoré
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Graça
Graça
Acessível