Buscar
Generic filters
Olá, faça seu Login ou Cadastre-se.
Dólar: R$ 5,29

Tudo sobre o ponto cruz que nunca te contaram antes

02 de agosto de 2021 Bordado

Os bordados em ponto cruz é um tipo de atividade manual que começa, muitas vezes, por acaso na vida das pessoas. É um tipo de hobby, um passatempo, que logo pode se tornar uma renda extra e até mesmo um negócio lucrativo. Mas, você sabe tudo sobre o ponto cruz?

A ideia dessa matéria não é falar de negócios – ainda que no fim do artigo a gente tenha uma dica que pode valer ouro para você. No entanto, na maior parte do texto, a gente vai focar em falar sobre algumas curiosidades do ponto cruz, que quase ninguém sabe. Veja só.

O ponto cruz é uma técnica antiga

Estudos e pesquisas cientificas mostraram que os traços de ponto cruz foram encontrados em fragmentos de pano que vem desde o século VI. Logo, eles existem antes da Idade Média.

E tem mais um detalhe curioso nisso tudo: eles foram encontrados na China e na Índia, antes de chegarem na Europa. Porém, um dos primeiros trabalhos encontrados estava no Egito.

Há trabalhos de meio ponto encontrados em pedaços de pano de 5.000 a.C.

O ponto cruz é para todos

Na hora de saber tudo sobre o ponto cruz, você também deveria considerar que é uma das técnicas mais sociais e populares no mundo. Isso porque foi muito usado em áreas rurais no começo, mas passou a fazer parte da cultura dos ricos depois.

Isso aconteceu na Idade Média, quando a classe alta começou a fazer os bordados com essa técnica. Assim, ter enfeites feitos com o ponto cruz era sinal de riqueza, de nobreza, de status.

Para quem não se lembra, aqui vai a curiosidade: Catherine de Aragon costuma bordar o ponto cruz nas camisas do rei.

O ponto cruz se tornou moderno

Ao mesmo tempo em que ele foi usado por várias classes sociais, saiba que o trabalho também transcendeu a modernidade. Se hoje a gente tem os gráficos de ponto cruz disponíveis a qualquer hora na internet, antes, eles estavam em livros.

E isso vem desde o século XVII, quando haviam os pontos pretos nas páginas. Já a escolha das cores era deixada para pessoas que iriam bordar os trabalhos.

Aliás, meninas jovens aprendiam a costurar e fazer bordados na escola ou na igreja. E os gráficos que eram feitos nesses lugares tinham valores morais e até mesmo versículos da Bíblia. Agora, você sabe quase tudo sobre o ponto cruz, mas ainda não falamos do custo disso.

O ponto cruz não exige grandes investimentos

Atualmente, para quem gosta da técnica, mas nunca fez isso antes, uma notícia boa é que ela permite o uso de materiais básicos e baratos, como agulha de ponta grossa, meadas (novelos de lãs), étamine (tecido), tesoura, gráficos.

E como já mencionamos nesse texto, atualmente, você encontra tudo disponível na internet, desde os gráficos para criar desenhos ou frases até mesmo as aulas online e gratuitas para começar a usar a técnica. Aliás, essa pode ser uma ideia de trabalho extra, viu.

A profissionalização do trabalho em bordado

E como nós falamos, a gente vai terminar esse texto sobre tudo sobre o ponto cruz com uma dica ainda mais moderna, que é o uso de máquinas bordadeiras para o trabalho. Obviamente, estamos falando de algo que vai além do hobby.

Se você usa o bordado para passar o tempo e ganhar dinheiro extra, ótimo. No entanto, se é alguém com visão de mercado e acha que dá para lucrar mais, saiba que existe máquinas que fazem esse trabalho, em volume maior e com menos erros.

Para se ter uma ideia, os faturamentos das empresas médias que fazem bordados em máquinas, como para empresas e funcionários, podem chegar a R$ 25 mil no mês. Já alguém que faz por hobby e trabalha nas horas vagas tem média salarial de R$ 300.

Compartilhe este artigo:

Receba Ofertas e Novidades de nossa loja

Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para responder às suas perguntas. Pergunte-nos qualquer coisa!
WeCreativez WhatsApp Support
Graça
Graça
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Mamoré
Mamoré
Acessível