Buscar
Generic filters
Olá, faça seu Login ou Cadastre-se.
Dólar: R$ 5,29

Veja como uma costureira pode conseguir mais clientes

03 de agosto de 2021 Costura

Sabe aquelas profissões que são antigas e estão, cada vez mais, voltando a serem importantes? A ligada à costura é uma delas. E hoje você vai ver como uma costureira pode conseguir mais clientes. Aliás, a dica é mais simples do que parece, veja só.

A gente vai listar aqui 3 tópicos que servem como dicas para atração de clientes e não só isso. Também são formas inteligentes e até mesmo baratas de conseguir fidelizar os clientes. Continue lendo e saiba tudo para conseguir mais clientes na costura.

1 – A divulgação do serviço

Esse primeiro ponto não tem muito segredo. Para que o seu serviço seja conhecido você vai precisar divulgar ele. Isso porque ainda que as pessoas possam saber mais sobre você e o que você faz, esse campo pode ser expandido para mais e mais pessoas.

Desse modo, leve em conta que você pode usar diversos modos para fazer essa divulgação do trabalho, como usando o seu próprio celular, no WhatsApp e em redes sociais. Ou você pode participar de projetos sociais e campanhas no bairro. Enfim, são vários jeitos diferentes.

2 – A prestação do serviço

Aí vem o próximo passo é que é bem sequencial mesmo. Após a divulgação do seu serviço, o que acontece em seguida? Você vai pegar mais trabalho para fazer, concorda? Nesse caso, leve em conta que deve prestar um bom serviço no seu mercado.

Ou seja, nem sempre pensar no volume ou quantidade importa se você deixar o serviço por fazer, o serviço malfeito. A qualidade é importantíssima.

A ideia é sempre pensar na qualidade porque é isso que vai fazer os clientes se tornarem fiéis e até mesmo indicar você para outras pessoas, ajudando na divulgação (tópico 1). Agora, tem um ponto aqui que pode fazer toda a diferença, que é a profissionalização.

3 – A profissionalização do serviço

Você sabe que uma costureira pode conseguir mais clientes, como vimos em dois tópicos. Agora, tem algo que ninguém pensa e que faz muita diferença: a profissionalização. Mas, o que seria isso? São vários jeitos de se pensar e fazer isso.

O primeiro é pensar em se formalizar mesmo. Um exemplo é se tornar MEI (Microempreendedor Individual). Nesse caso, a costureira vai poder até emitir notas fiscais e ainda tem alguns direitos trabalhistas e previdenciários.

Depois, tem a parte estrutural mesmo, que nada mais é do que “ajeitar” o seu espaço físico, criando uma espécie de ateliê, mesmo que caseiro. Aliás, aqui já dá para considerar a sua máquina industrial, que permite um trabalho em maior volume.

Máquina de Costura Industrial Westman é considerada a melhor em 2021

O cuidado com as finanças

Se por um lado você pensa em conseguir mais clientes para lucrar mais, a gente não pode deixar de falar de dois pontos importantes. O primeiro é ter uma boa estrutura, com máquinas industriais, de qualidade e que permitam esse trabalho em maior volume.

Depois, vem a questão financeira. E para não prolongar o assunto, a gente vai deixar aqui 3 matérias que fizemos recentemente e mostra muito bem isso. São dicas financeiras para quem empreende com a costura e que são vistas como “imprescindíveis” nos dias atuais. Olhe:

Isso tudo considerando a ideia de que uma costureira pode conseguir mais clientes trabalhando por conta própria, de forma autônoma e tendo o próprio negócio, que pode ser um ateliê ou um espaço em casa. Para quem tem carteira assinada, a história muda.

Compartilhe este artigo:

Receba Ofertas e Novidades de nossa loja

Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para responder às suas perguntas. Pergunte-nos qualquer coisa!
WeCreativez WhatsApp Support
Mamoré
Mamoré
Acessível
WeCreativez WhatsApp Support
Graça
Graça
Acessível